Excesso de peso e libido

Atualizado: 28 de jun.

Falta de libido e disfunção erétil são problemas que podem acometer pacientes com obesidade e sobrepeso.

Homens com esse perfil tem maiores chances de ter hipogonadismo (baixos níveis de testosterona)


A testosterona pode ser convertida em estradiol por uma enzima chamada AROMATASE. Essa enzima é mais expressa no tecido adiposo (gordura). Portanto esses pacientes tem maior conversão de testosterona em estradiol.


Estradiol em excesso gera uma inibição do eixo Hipotálamo-Hipófise-Testicular diminuindo a produção de testosterona. Essa por sua vez é o principal hormônio da líbido (especialmente nos homens).


Baixos níveis de testosterona também afetam outras coisas que vão diminuir a qualidade e expectativa de vida do paciente. Como:


  • Aumento da resistência a insulina

  • Risco aumentado para DM tipo 2

  • Maior risco cardiovascular

  • Humor depressivo

  • Perda de massa muscular

  • Perda de massa óssea

  • Déficit cognitivo

  • Perda de memória


Portanto devemos repor esse hormônio, caso não haja contraindicação formal.





0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo